(48) 99868-1287

contato@corfutura.com.br

O ARTISTA

         Luiz Carrera é nascido em São Paulo, vive e trabalha há mais de 15 anos em Florianópolis. Em 1993 formou-se Doutor em Engenharia Materiais para Fotolitografia pela Universidade de Montpellier na França. Foi professor universitário por muitos anos e trabalha como analista de planejamento. Fotógrafo amador desde os anos 80 sempre foi apaixonado pelos efeitos mágicos e inusitados da luz em contato com os materiais e as possibilidades infinitas de combinar cores e matizes capazes de despertar os sentimentos do observador.

         Artista autodidata se dedica à arte fotográfica, combinando a fotografia de alta resolução de formas e texturas com a ilustração e a manipulação digital. A partir da integração peculiar e original de várias técnicas presentes nos softwares mais avançados no tratamento de imagens, seu método criativo transforma as fotografias mais simples e corriqueiras em arte expressionista abstrata com um estilo próprio repleto de simbolismo.

         Observa-se com frequência a presença de uma geometria caótica composta de linhas retas e curvas que estabelecem um gradiente dinâmico e harmônico para formar um conjunto repleto de contornos orgânicos de grande vivacidade. A simbologia cósmica e a formação de vórtices quase sempre presentes são permeados de uma profusão de cores luminosas e texturas marcantes, geralmente rompidas harmonicamente pela presença do preto profundo capaz realçar ainda mais o contraste de cor.

 

UMA NOVA ESTÉTICA

 

         A fotografia depois de tratada digitalmente por técnicas originais, que em nenhum momento utilizam sobreposição de imagens e diferentes camadas resulta num sentido imagético que busca uma nova estética, mais rica, mais colorida e mais plena em detalhes e significados.

         Nas próprias palavras do artista: “Em meus trabalhos de arte sempre parto de uma fotografia, que chamo de “ imagem de origem” que busca retratar uma pessoa, um lugar, uma flor, uma paisagem, uma obra arquitetônica, um padrão geométrico, com detalhes que sinto serem únicos e especiais. Quando abro estas imagens no computador e fico diante delas para operar sua metamorfose digital minha intenção é recriar uma nova estética, uma nova possibilidade de visão e de interpretação de meus sentimentos. 

         Modificar é de certo modo uma desconstrução da realidade captada pela lente para criar um mundo imaginário que possa conservar a beleza, o clima psicológico e todo o contexto que envolveram a realização daquela “fotografia original”.  O espectador é convidado a se aproximar e interpretar as imagens sem preconceitos, perder-se em sua exuberância gráfica e profusão cromática, elemento sempre presente em meus quadros”

ÚNICA REGRA: SEM CAMADAS E SOBREPOSIÇÃO DE IMAGENS       

         "Nunca trabalho com sobreposição de imagens, esta é minha única regra. Faço isso para preservar a alma e a força da fotografia original" 

         Por isso, as imagens resultantes tornam-se um jogo divertido no qual podemos comparar a foto original e a quadro produzido e descobrir onde se encontram os detalhes em comum. Os detalhes que estavam implícitos na imagem inicial passam por vezes desapercebidos. Assim, cada quadro criado é sempre uma espécie de revelação.